Dashboard e integração RD Station com Google Data Studio Blog Post - Header

Como fizemos um dashboard do RD Station em 24 horas

Todo ano na Social Miner acontece uma hackathon interna na qual juntamos Miners de diversas áreas para construir uma solução tecnológica pra atender uma necessidade do negócio.

Pensamos em diversas dores tanto dos nossos clientes externos (negócios online que usam nossa plataforma e consumidores finais que interagem com nossos canais) como também de clientes internos (times, squads e parceiros da empresa).

Essas equipes multidisciplinares então se reúnem para entender as dor do cliente, qual a solução mínima que atende essa necessidade, a desenvolvem e – ao final de 24 horas e bastante cansaço – apresentam o entregável final para a empresa.

No decorrer de todo o processo os líderes da empresa auxiliam os times com orientações e apresentando metodologias de pesquisa com o cliente e desenvolvimento de produtos ágeis.

A hackathon sempre é uma baita oportunidade para os devs que conversam menos com o negócio entenderem suas dores e também para o negócio ver, em primeira mão, quanto valor os engenheiros podem trazer para diversas áreas da empresa.

Foi nesse cenário que o Marketing trouxe uma necessidade que há tempos deixava seu dia a dia menos eficiente…

O problema

Um dos desafios que quem trabalha com Inbound Marketing enfrenta é a dificuldade para fazer análises sobre o perfil e o comportamento de seus leads.

Isso afeta as áreas de Marketing mesmo nas análises mais cotidianas, pois as plataformas utilizadas para gerir seus contatos cadastrados e performance requerem que a equipe exporte bases, espere pelo seu envio e trate sempre os mesmos dados antes de responder, por exemplo, a taxa de qualificação da última Landing Page que sua empresa lançou.

Não é como se a empresa tivesse muito no controle dos seus dados, né?

E mesmo quando você não está correndo contra o relógio, muitas vezes as bases exportadas não contam toda a história necessária para uma análise mais parruda, como a que a Social Miner queria fazer.

Sim, o time de Marketing precisava ter uma visibilidade mais rápida e intuitiva sobre seus leads (contatos na base) , mas, mais do que isso, queria entender a jornada que eles percorrem desde que se tornam Novos leads, viram Leads Qualificados, Oportunidades até serem aprovados pela equipe de Vendas.

A solução

Integração de dados

Pra sanar essa falta de visibilidade que o Marketing tinha integramos o RD Station (software usado para gerir os leads) com um Google Sheets usando a funcionalidade de Webhooks nativa da plataforma. Dessa forma, enviamos um registro (em formato JSON) do perfil do lead no momento em que ele mudou de etapa na jornada de decisão.

Para receber, tratar e registrar essas informações usamos o Google Apps Script, plataforma que facilita o desenvolvimento de aplicações que estendem as funcionalidades do G Suite. O código a seguir pode ser publicado como um web app que recebe os dados enviados pelo webhook:

Essa integração funciona de forma similar a plataformas como Zapier e Pluga, que equipes de Marketing e Operações estão mais acostumadas a utilizar. Dessa forma a integração é simples e familiar para o usuário da solução.

Replicando essa integração para cada etapa da jornada do lead – definido como cada mudança em seu status até ser enviado para vendas – a Hackathon já deu acesso a informações antes inacessíveis para o time, especificando qual o perfil do lead quando ele passou por cada etapa.

Clique aqui pra ver uma versão de demonstração da planilha

Criação do dashboard

Com esse mesmo banco de dados já podemos facilitar ainda mais a visualização dos dados usando o Google Data Studio – ou qualquer plataforma de BI que sua empresa utilizar – integrando-o ao Google Sheets.

GIF mostrando o dashboard do RD Station

Isso permitiu que o time de Marketing acompanhasse métricas importantes mais rapidamente e de forma automática, além de possibilitar análises que antes eram muito mais chatas, como:

  • Quais conversões estão no começo, meio e final da jornada do lead (e entender o que é um conteúdo de topo ou fundo de funil pra realidade da nossa empresa)
  • Que LPs estavam qualificando menos e precisavam de fluxos de automação para coletar mais informações ou engajar o lead
  • Entender quais fontes de tráfego funcionam melhor para cada material ou já estavam saturadas e precisavam ser trocadas

Mas que jeito melhor de entender o que fizemos do que ver o dashboard em ação?

Clique aqui pra acessar um dashboard de demonstração no Data Studio

Uma ajudinha pra quem quiser fazer um pra sua empresa

Pra fazer um dashboard como esse você precisa de:

  • Plano Pro da RD Station para enviar os dados via webhook usando…
  • Google Apps Script para uma…
  • Planilha do Google Sheets que será o banco dados do seu dashboard no…
  • Google Data Studio

Pra facilitar, criei uma pasta pública em que você pode copiar os scripts necessários para a integração e criar uma base de dados igual a planilha de de demonstração.

Obs.: os arquivos serão copiados na pasta geral do seu Drive, mas você pode mudar os arquivos pra pasta que preferir.

Com sua planilha pronta e web apps/scripts publicados, agora é só configurar o envio de dados do RD Station.

Para isso o melhor jeito é criar fluxos de automação com as regras que sua empresa acha relevantes e adicionar a ação “Enviar para URL (Integração)”, usando a URL gerada pelo seu script publicado. Assim a equipe de Marketing pode editar as regras visualmente sem depender de um dev.

Para saber mais, você pode consultar esse artigo da RD. Para conhecer outro jeito de enviar os dados, consulte esse artigo.

Com seu Google Sheets integrado e recebendo os dados, acesse também o dashboard de demonstração e crie uma cópia dele, conectando sua planilha como a fonte de dados.

Assim você já terá todas visualizações do dashboard de demonstração prontos para usar, mas não se esqueça de conectar sua cópia do dashboard à planilha que usar de base de dados.

Com isso você terá em suas mãos uma integração grátis que envia dados que fazem sentido pra estratégia da sua empresa, que é única, e também um dashboard pra que o time possa ver tendências e identificar oportunidades muito mais rápido que antes.

E o que os jurados acharam?

Não vamos nos esquecer que o MVP disso nasceu numa hackathon, né?

Agora o foco volta para os Miners do Marketing e Vendas que compunham nosso time, que após a fase de ideação e definição do roadmap, se focaram em como apresentar e mostrar o valor da nossa solução para a apresentação.

Afinal, não só de engenheiros e analistas de dados que se cria (e vende) um novo produto.

Ficamos no pódio em terceiro lugar, atrás de outras soluções de alto impacto, mas talvez o maior mérito desse projeto foi vê-lo sendo usado pela equipe de Marketing de forma consultiva e exploratória ao longo dos meses.

E como todo projeto sempre pode ser melhorado, você pode criar sua versão ou sugerir edições no Github do projeto.

Para uma versão desse post com um passo a passo de como criar essa solução, você pode acessar essa publicação do Medium.

Published by

Gabriel Cordeiro

Analista de dados que percebeu a importância das aulas de estatística quando saiu da faculdade. Marketeiro de formação, mas meu “P” preferido é o de Produto ⚙️

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *